Home Tour: The Fosters [3]

Oi amigos! Hoje o post de home tour foi mais difícil, porque ô quartinho difícil de achar fotos. MAS, hoje iremos ver o quarto de Mariana Foster compartilhado com Callie Foster. Vamos lá? porém antes queria recomendar essa série maravilhosa se você não assiste ainda, tem 5 temporadas e vale muito a pena, quem sabe um post vem aí haha.

B8oaunfCcAA-4Gb

O quarto em si é bem grande, cheio de coisas na parede, além de penteadeiras, cômodas, escrivaninhas e duas camas. Nessa foto podemos ver a parede decorada da parte da Callie, que é demais. É um estilo meio boho, indie, com bastante estampas que contrastam uma com as outras.

Bv_en-uIAAIifFg

Nem a porta sai impune dos pôsteres e imagens afinal é um quarto adolescente, não? E a maioria dos quartos teens das séries são cheio desses apetrechos. Eu particularmente, acho a casa inteira dos Fosters maravilhosa, quem assiste, sabe. A sala e a cozinha então! Nem se fala.

Fosters-03-jpg_205239

Como ainda estou na terceira temporada não sei afirmar com clareza, mas podemos notar que ás vezes a cama troca de posição e há algumas mudanças na parede mas mantendo sempre o mesmo estilo. Muitos livros e materiais escolares coloridos completam o “look”.

Nunca reparei onde está o armário. Creio que seja aqueles closets na parede? E nas fotos acima podemos perceber a escrivaninha verde água, a diferença de cores dá muito certo. Vai aí uma dica. Tapetes também são válidos.

93a6d31359153185796e907a34e93c85

O quarto pelo que notei, tem duas janelas e três portas (creio que uma de saída, uma do closet e outra do banheiro). Eu escolhi esse quarto pois foi o que achei mais fotos porém, como eu disse, a casa toda é impecável. Pra quem quer idéias, vale a pena pesquisar.

b83fd426c1b2d76d03aa9acca8aed47c
Olhem ESSA cozinha 🙂

Bom pessoal, foi isso. Espero que tenham gostado. Beijos e até o próximo post.

Anúncios

Resenha [Livro]: Entre o Amor e a Vingança

Olá queridos leitores, espero que estejam bem, como eu estou. Fiz umas compras na Saraiva esses dias e queria dizer, como livros estão caros, não? Uma pessoa que preza livros físicos como eu, pagar R$30,00 em um livro que termino em 3 dias é particularmente caro. SARAIVA, ALGUÉM! ME PATROCINA!!! Enfim, já reclamei, agora vamos ao post.

download
O que um canalha quer, um canalha consegue…
Uma década atrás, o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury.
Após um noivado rompido e vários pretendentes decepcionantes, Penélope ficou com pouco interesse em um casamento tranquilo e confortável, e passou a desejar algo mais em sua vida. Sua sorte é que seu novo marido, o marquês de Bourne, pode proporcionar a ela o acesso a um mundo inexplorado de prazeres.
Apesar de Bourne ser um príncipe do submundo de Londres, sua intenção é manter Penélope intocada por sua sede de vingança – o que parece ser um desafio cada vez maior, pois a esposa começa a mostrar seus próprios desejos e está disposta a apostar qualquer coisa por eles, até mesmo seu coração.


Classificação: 4/5 | Romance | Editora: Gutenberg | Autora: Sarah MacLean | Skoob


Eu estou numa pegada muito época agora, não sei o que me deu. Larguei meus xodós da Cassandra Clare e embarquei no século XIX. Depois que dei uma chance para Cilada para um Marquês e consequentemente, para Sarah MacLean não consegui me conter. Dentre os dois ainda fico com Cilada para um Marquês mas consegui me apaixonar igualmente por Penélope e Michael, vulgo Bourne. Terminei o livro em 2 fucking dias.

O diferencial é que, Penélope e Michael era amigos de infância que se separam por longos 16 anos, ou seja, eles não realmente se conheceram no livro, apenas se REencontram, entendem? e esses anos não foram bom para Michael, que perdeu tudo e pretende se vingar, já Penélope, é a solteirona da família, com um noivado arruinado e com 28 anos, nem se quer foi beijada. Apesar de que, achei esse livro bem mais explícito que Cilada para um Marquês.

Eu já esperava que Michael era ruim, mas não esperava tanto. Ok, ele perdeu tudo, ok, ele quer se vingar. Mas ele não mede esforços, pelo menos do ínicio a metade do livro, para conseguir o que quer. Penélope é decidida e t-o-t-a-l-m-e-n-t-e empática, por Deus, ela põe as necessidades de todos acima da dela, talvez seja por isso que eu a adorei tanto. Porém Michael passa tanto tempo sem falar o que sente, sempre deixando suas palavras apenas em pensamento que nossa mocinha se autodeprecia um pouco, além de desacreditar nele.

O livro também tem um quê a mais devido ao fato de que, Michael é sócio de um cassino, então jogos, apostas e afins estão inclusos no livro. O final é ótimo, e é realmente o que o título diz, Michael tem que escolher entre o amor de Penélope ou a vingança pela qual sempre lutou. A capa e a diagramação são ótimas. Entre o Amor e a Vingança é o primeiro livro da série O Clube Dos Canalhas, seguido por Entre a Culpa e o Desejo e logo, Entre a Ruína e a Paixão.

‘‘O problema com as mentiras é que era fácil demais acreditar nelas, mesmo quando éramos nós que as contávamos. Talvez especialmente quando somos nós que as contamos.’’   

Bom gente, é isso. Espero que tenham gostado. Se você curte romances clichês de época, aposte na Sarah, uma boa escolha também é Julia Quinn e sua série Os Bridgertons. Beijos e até o próximo post ❤

Filme: Dupla Explosiva!

Olá amigos, tudo bom? Hoje, depois de muito tempo, venho com uma resenha de um filme que vi esses dias que foi Dupla Explosiva, inclusive assisti Anabelle e não achei lá essas coisas, e vocês? Estou com mais expectativas para It, a Coisa! E… vamos lá 🙂

Um guarda-costas de elite, que só trabalha para os clientes mais seletos do mundo, descobre que terá um novo cliente: um assassino de aluguel que ressurgiu das cinzas, com quem costumava se estranhar no passado. Apesar do ódio mútuo, eles terão 24 horas para viajar de Londres para a Holanda, enquanto são perseguidos pelos agentes de um ditador do Leste Europeu.

Eu amo Ryan Reynolds desde A Proposta (2009) e obviamente sempre achei Samuel Jackson um ator muito bom, afinal, NICK FURY GUYS! mas não sei. Talvez fosse o clima do dia que escolhi para assisti-lo ou a grande expectativa. O filme enrola um pouco, e o plot, o objetivo do filme é bem frugal, gira em torno de levar Kincaid para depor contra um vilão o qual não me lembro o nome que, basicamente era um “retrato de Hitler”. A Interpool está corrompida e nessa viagem até a Holanda eles são perseguidos e é aí rolam as enrascadas.

tumblr_os0derPr9o1vixk3co3_540

Ryan já provou ter um ótimo ponto na comédia com Deadpool (2016) e dessa vez não foi diferente, como seu personagem é bem minucioso e sistemático com seus planos já Kincaid (Samuel Jackson) não liga muito pra isso, então esses contrastes nos rendem risadas. Temos duas moças para completar a dupla e a história disso, é bem chocha. A recomendação é 14 anos mas achei bem tranquilo no linguajar e cenas inadequadas, a não ser algumas mortes bem sanguinárias.

tumblr_ooc0moMDfe1s05hv8o1_500

As cenas de carro capotando, de tiros e de perseguições em motos e barcos são muito boa mas já os efeitos de, creio eu, tela verde não são um dos melhores. É palpável a falsidade neles, não sei explicar haha. Resumindo, se você está a tarde sem fazer nada no shopping e decide ir ao cinema sem compromissos, recomendo. Mas não diria para você sair de casa e ir pra fila do cinema agora! Diria que é um bom filme para Tela Quente na globo haha.

tumblr_inline_o601o2hrah1t6nwbf_500

Até a resenha de It, a Coisa ou quem sabe eu venho antes resenhar um livro, que tal? Faz tempo né…. beijos ❤