Resenha: O Espaço entre Nós

Olá suckers! Então, hoje vim resenhar um filme que JÁ saiu do cinema, porém eu fiquei muito ansiosa para vê-lo e não tive a oportunidade, mas COM O PODER DA GRAÇA DIVINA  ele chegou na Netflix e decidir falar um pouco sobre ele pra vocês, porque, de verdade, MERECE. Vamos lá?

O adolescente Gardner Elliot (Asa Butterfield) é o primeiro humano nascido em solo marciano. Mas ele deseja fazer uma viagem à Terra para conhecer a verdade sobre seu pai biológico, e sobre seu nascimento. Nesta jornada, ele tem o apoio de Tulsa (Britt Robertson).
5780599828fb8-Britt-Robertson-Asa-Butterfield-The-Space-Between-Us-1200x520-1024x444 (1)

Eu estava com muita expectativa desse filme, apesar de não ter sido muito divulgado e comentado — como muitos dramas (ou comédias) românticos hoje em dia — me impressionei com o trailer e como eu tenho um ponto fraco por romances, cedi e não me decepcionei. O filme tem a trama protagonizada por Gardner, um adolescente marciano nascido em segredo pela NASA e ele é trazido para a Terra, mas antes de vir, ele já conversava com Tulsa pela internet — mas nunca contando seu verdadeiro paradeiro e situação — já Tulsa teve uma infância/adolescência difícil em vários lares adotivos. E nisso, os dois vão numa missão para encontrar o pai biológico de Gardner — foragidos e perseguidos pela NASA —.

tumblr_okitupy9MF1s01fsdo1_500

          Imaginem um garoto marciano, que só teve contato com 14 pessoas em 16 anos, NA
TERRA? Cenas engraçadinhas lotam o filme, além de ser muito bonito ver Gardner valorizar pequenas coisas da Terra, e do nosso dia a dia que é quase imperceptível por nós, como é por Tulsa. O filme também é um pouco futurista e obviamente com ficção-científica. Como nem tudo é rosas, Gardner tem um problema no coração e não sobreviverá por muito tempo na atmosfera terrestre, mas nesse meio ele já vive uma história — se é que pode ser considerada história — com Tulsa,  e a menina que odeia a escola e as pessoas nela, ama Gardner facilmente.


         Uma coisa que tiro o chapéu para o filme são as cenas no espaço e a sua cinematografia, tem umas cenas de umas paisagens tão maravilhosas, raramente vistas em filmes atualmente. A atuação de Britt Robertson, excepcional como sempre e Asa, também foi demais, como em O Lar das Crianças Peculiares (2016). Sem contar o grande plot twist que eles colocaram no final, que eu nem sequer imaginava. Em geral, recomendo a todos que gostam de um romance, mais precisamente, juvenil. Eu chorei que nem um bebê nesse filme — mas eu choro para tudo fictício, então não conta — agora me contem vocês.

tumblr_o8hn2xUpU91v6rsv6o1_500.gif
Beijos e até o próximo post! 🙂 

Séries: Shadowhunters

Olá miguxos, tudo bom? Eu tô numa pegada Cassandra Clare  —  pra quem não conhece, ela é uma escritora, mas precisamente da saga Instrumentos Mortais  —  esses últimos meses, contando que li CINCO livros dela em 3 meses  — me encontro na metade de Cidade das Almas Perdidas agora — então, nada melhor que fazer uma resenha da série inspirada nesses perfeitos livros, não?

Sem título - Cópia

Já na sinopse temos:

Em seu aniversário de 18 anos, Clary Fray descobre que é uma caçadora de sombras, um ser composto de sangue de humano e de anjo, que tem como tarefa manter o mundo humano protegido dos demônios. Além de manter o mundo das sombras em uma relação política estável entre os seus grupos sobrenaturais (vampiros, feiticeiros, lobisomens e fadas), os submundanos. Enquanto descobre mais sobre aquele mundo e a si mesma, Clary tem de lidar com desaparecimento da mãe, sequestrada por possuir um objeto roubado por Valentine. O Cálice Mortal pode ser a salvação ou o fim para tudo que ela conhece, dependendo de quem o encontre primeiro.

O cast conta com atores não muito conhecido que são:

dfdgdg

Você pode começar a série sem ter nenhum conhecimento dos livros normalmente, como eu fiz no começo, porém acabei gostando tanto da temática que me aprofundei mais nesse Mundo das Sombras. Sabe aquela série que não te adquire nada mas você insiste em assistir? Esse é meu relacionamento com Shadowhunters, algumas cenas de luta —  principalmente as da primeira temporada —  são tão estranhas que cheguei a rir. Fora algumas atuações. Enfim, se você curte fantasia ou quer se distrair ou é adolescente pra baixo ou já assiste mil séries — como eu —  e quer ficar a par de mais uma, recomendo. De verdade, recomendo os livros, porém pretendo fazer outro post para isso, aguardem.

 

Os personagens são apaixonáveis e é SUPER notável a repaginada que a série deu pra segunda temporada, quem acompanha sabe do que estou falando. Da minha parte, adoro acompanhar como eles estão adaptando os acontecimentos do livro e, até agora, eles estão dando conta, afinal quão difícil é basear um livro numa série de alguns minutos? Vamos dar um crédito né. #JaceSeuArrogantizinhoMaravilhoso #SarcásticoAlec♥ #BadassIzzy

Onde assistir?

Toda terça-feira as 4 da manhã os episódios novos são disponibilizados na Netflix.

Quero receber notícias da série diariamente. O que faço?

Você pode seguir nos atores nas redes sociais e curtir páginas oficiais e de fãs sobre a série, ou até seguir Cassandra Clare no twitter.

Favoritos?

Melhores personagens: Clary, Simon, Isabelle, Jace, Alec, Magnus, Luke e little Max ♥
Piores personagens: Jocelyn (NA SÉRIE)
Shipps: Clace, Sizzy, Malec <33

giphy
Achei esse gif maravilhoso ♥

Bom gente, é isso. Espero que tenham gostado e até o próximo post, se quiserem resenha de alguma coisa sintam-se a vontade para pedir 🙂

Resenha: Mulher Maravilha!

Olá mishamigos! Tudo bom com vocês? Comigo está tudo ótimo, afinal acabei de sair da sessão de Mulher Maravilha e vim correndo contar pra vocês minha opinião sobre esse maravilhoso filme.

Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Wonder-Woman-Picture-03032017

Bom, como todos — ou não — sabem, Wonder Woman é um filme solo e mais para contar a origem e a história de Diana Prince, até ela se tornar a tal heroína. O filme se inicia em Themyscira, onde passam as cenas das Amazonas, que são impecáveis, o cenário é maravilhoso com cores vivas e as lutas delas, os treinamentos no caso, são totalmente demais. As lutas no filme tem alguns movimentos mais lentos que ficaram muito bons.

iqo257h

Diana, é demasiada ingênua no começo da trama, sem ter contato com o mundo dos homens ela acredita na bondade e tem o coração mais puro. Depois que embarca com Steve — capitão britânico que “aparece” na ilha — numa missão para Londres de comunicar o General do plano alemão e da parte dela, derrotar Ares, Deus da Guerra, que ela alega estar corrompendo os humanos, a ponto deles iniciarem a 1ª Guerra Mundial, Diana percebe em qual situação os humanos se encontram e o quão grande é o sofrimento deles.

f2fefdd9767d51204704b4f6627c7d6c82877cc9c3351985047290452c6065ef

O filme é maravilhoso e faz jus as mulheres poderosas que somos. Patty — diretora do filme — disse que não queria que Diana lutasse como homem e alcançou o que queria. Diana luta com graciosidade e sua inabalável fé nos humanos é incrível. A contrastável mudança no cenário da ilha para Londres é palpável e se compara com a personalidade dela. O filme arranca boas risadas, afinal Diana vivia isolada entre mulheres numa ilha! O que ela sabe sobre as engenhocas humanas?

tumblr_omop3qhDBR1r4a3zdo5_r3_540

Um aspecto negativo foi o excesso de efeitos especiais no final, algumas coisas foram muito forçadas, as fazendo exageradas. A atuação de Gal Gadot abalou meu mero coração. QUE MULHER. Chris Pine também foi sensacional, o personagem dele ganhou meu amor. O filme é digno do nome, e de um filme solo. 2 horas e 20 minutos bem recompensadas. DC se superou e, na minha opinião, superou Esquadrão Suicida! Até escorreu umas lagriminhas no final, haha. (rindo de nervoso)

tumblr_oepa7iKWdU1rey868o1_250
GIRL POWER. HELL YES.

Nossa, falei bastante, não? Espero que tenham gostado e corram para assistir essa maravilha — literalmente —. Beijos s2